skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Torcicolo: Qual a sua causa e como preveni-lo?

O torcicolo consiste na contração intensa e persistente de um grupo muscular da região cervical gerando dor e limitação da movimentação do pescoço. A causa específica do torcicolo ainda é motivo de debate por sofrer influência dos esforços físicos e também do estado emocional do indivíduo. Leia mais abaixo.

Qual a causa do torcicolo?

A causa específica do torcicolo ainda é bastante discutida por ser muito complexa e ampla. Dessa maneira, entendemos que é um problema de causa multifatorial, isto é, há mais de um fator responsável pelo torcicolo e, muitas vezes, eles ocorrem em associação.

Torcicolo | Dr. Ricardo Teixaira
Figura 1: Torcicolo – Estima-se que 90% da população mundial apresentará pelo menos uma vez na vida um episódio de torcicolo.

A contração da musculatura cervical nestas circunstâncias tem o objetivo de proteger o crânio e as estruturas presentes no pescoço, porém em alguns casos ela se torna exagerada levando ao quadro de torcicolo.

Sabemos que o torcicolo ocorre principalmente em indivíduos após a terceira e quarta décadas de vida, e tem ligeira predominância em mulheres. Apesar de existirem diversas teorias e explicações, os principais fatores implicados no surgimento destes espasmos musculares são:

  • Postura inadequada em casa e no trabalho
  • Dormir de mau jeito (travesseiros e colchões inadequados)
  • Movimentação abrupta da região cervical
  • Esforços excessivos
  • Manter-se muito tempo na mesma posição (dirigindo ou no computador, por exemplo)
  • Falta de alongamento
  • Estresse
  • Traumatismo e pancadas
  • Fraqueza muscular
Flexão cervical | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 2: Aumento da pressão cervical por flexão cervical. Uso do celular como grande exemplo.

Como é realizado o diagnóstico e o tratamento do torcicolo?

 O diagnóstico do torcicolo é realizado pela história clínica e pelo exame físico. Os pacientes apresentam dor cervical, limitação da mobilidade cervical e muitas vezes o rosto e o pescoço se mantêm desviado para um lado.

Felizmente, com o tratamento adequado a maioria dos torcicolos irão melhorar dentro de 72 horas após o seu surgimento. Os pacientes com dor progressiva, persistente (acima de uma semana) ou com outros sintomas associados (febre, formigamento, irradiação para membros superiores ou inferiores) devem procurar um especialista em coluna.

Nestas circunstâncias, outros diagnósticos como hérnias de disco, bicos de papagaio, lesões articulares ou ligamentares da coluna e a distonia cervical devem ser lembrados.

O tratamento do torcicolo deve ser escolhido de acordo com a intensidade dos sintomas e consiste sobretudo em:

  • Repouso
  • Calor local (compressas ou bolsas de água quente)
  • Massagens delicadas nos músculos em contratura
  • Anti-inflamatórios, analgésicos e relaxantes musculares são importantes classes medicamentosas
  • Colar cervical de espuma
  • Fisioterapia

Casos graves e recorrentes podem se beneficiar do uso de medicações controladas, toxina botulínica (botox) e até mesmo cirurgias de tenotomias.

Como prevenir o torcicolo?

As principais formas de prevenção do torcicolo são:

Fique atento na hora de dormir

Além de ter um bom colchão e travesseiro, a posição para dormir é fundamental na prevenção do torcicolo. As melhores posições para dormir são:

  • De lado com um travesseiro da largura do ombro e outro entre as pernas
  • De barriga para cima, com um travesseiro baixo e outro atrás dos joelhos.

Evite dormir de bruços e em sofás.

Torcicolo – Evite dormir de bruços | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 3: Torcicolo – Evite dormir de bruços e mantenha a coluna cervical alinhada

Cuidados com a postura no trabalho (ergonomia)

Eleve as telas de computadores e notebooks. Evite ficar com o pescoço fletido por longos períodos, seja lendo ou usando o celular. Faça pausas e tenha uma rotina de alongamentos.

Mantenha a postura também em casa

Evite manter o pescoço fletido ou inclinado de forma persistente. Evite travesseiros muito altos ou muito baixos. Evite a posição de flexão exagerada do pescoço ao apoiar a cabeça na cabeceira da cama ou do sofá.

Torcicolo | Dr. Ricardo Teixaira
Figura 4: Torcicolo – Evite recostar a cabeça em cabeceiras de camas e sofás

Condicionamento muscular

Uma rotina de atividade física regular e alongamentos cervicais previnem dores cervicais e torcicolos.

Conheça seus limites

Evite esforços excessivos durante atividades físicas ou se proteja de situações de impacto caso não esteja habituado e capacitado para tanto. Lutas e CrossFit são exemplos destas situações.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em coluna.

Fonte:
Sociedade Brasileira de Coluna – https://www.coluna.com.br
AO SPINE – Grupo Internacional de Estudo da Coluna (https://www.aofoundation.org/spine)
Torcicolo – Artigo científico (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30969679/)

FAQ

1. Como melhorar rápido de um torcicolo?

Evitar esforços excessivos, manter a coluna cervical alinhada, calor local. Em casos mais persistente, anti-inflamatórios e relaxantes musculares. Se persistirem os sintomas, ser consultado por um médico.

2. Quanto tempo leva para um torcicolo passar?

Em geral, as dores passam entre 3 e 10 dias, a depender do grau de lesão da criança.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Pesquisar
plugins premium WordPress