skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Artroplastia Cervical: a prótese da coluna cervical

A artroplastia cervical é um procedimento moderno que mantém a mobilidade cervical. Além de segura, apresenta baixos índices de complicações.

Nossa coluna cervical é composta por vértebras, discos intervertebrais, músculos e ligamentos. Assim sendo, tais estruturas permitem os movimentos cervicais de flexão, extensão e rotação da cabeça.

Dessa forma, é possível que com o passar do tempo estas estruturas se desgastem (espondilose). De uma maneira geral, a degeneração discal pode resultar em hérnia de disco cervical, estenose cervical (estreitamento do canal vertebral) e artrose das articulações da coluna.

O principal tratamento nestes casos é o clínico: fisioterapia, medicações, acupuntura, controle postural e medicamentos. No entanto, na falha do tratamento clínico podem ser necessárias infiltrações, artrodeses e, mais recentemente, a artroplastia cervical.

Figura 1 - Movimentação Cervical
Figura 1 – Movimentação Cervical

O que é a artroplastia cervical?

Artroplastia cervical consiste em uma técnica moderna de substituição do disco intervertebral por uma prótese de disco. Dessa maneira, sua principal característica é manter o movimento na coluna cervical ao invés de imobilizá-la como na artrodese cervical.

Atualmente, os principais estudos na área mostram excelentes resultados com essa técnica no curto e longo prazo.

Figura 2 – Mobilidade da prótese de disco cervical
Figura 2 – Mobilidade da prótese de disco cervical

Qual a vantagem da artroplastia cervical?

Sua principal vantagem é manter a mobilidade da coluna cervical, que é perdida com a cirurgia de artrodese. Assim, a preservação da mobilidade cervical permite:

  • Reduz a sobrecarga nos segmentos adjacentes da coluna
  • Menor desenvolvimento de hérnias de disco em níveis adjacentes
  • Menor desenvolvimento de osteófitos / artrose da coluna (bicos de papagaio)
  • Minimiza a  rigidez pós cirúrgica
  • Elimina necessidade de enxerto para fusão óssea

Quais as principais indicações da artroplastia cervical?

A prótese de disco cervical (artroplastia) é indicada principalmente para pacientes abaixo de 50 anos de idade, com pouca espondilose (artrose da coluna) e falha do tratamento clínico. Além disso, as principais condições tratadas por este método são a hérnia de disco cervical, discopatia (degeneração discal), osteófitos, radiculopatias (dor irradiada para os braços) e mielopatias (lesões medulares).

Como é realizada a cirurgia de artroplastia cervical?

É realizada uma incisão com 3 cm de extensão na região anterior do pescoço. Após, é realizada uma dissecção entre as estruturas cervicais até a coluna cervical. Prossegue-se com a retirada da hérnia de disco e substituição do disco intervertebral pela prótese de disco cervical.

O procedimento dura em média cerca de 1 hora e 30 minutos. É importante mencionar que toda a cirurgia é realizada com microscópio e a parte neurológica monitorizada por eletrofisiologista.

Figura 3: Artroplastia Cervical - Aspectos Técnicos
Figura 3: Artroplastia Cervical – Aspectos Técnicos

Quais os riscos da prótese de disco cervical?

Em termos gerais, as complicações com a prótese cervical são baixas e estimadas abaixo de 2%. Apesar da maioria das lesões serem simples, alterações cicatriciais, complicações anestésicas, infecção, migração do implante, acometimento vascular e neurológico são condições possíveis.

Como é o pós-operatório?

Apesar da peculiaridade de cada caso, em geral, o paciente deambula e recebe alta no primeiro dia pós-operatório com capacidade de autocuidado.

A melhora da dor causada pela hérnia de disco já no primeiro dia após a cirurgia é bastante comum. Embora o paciente possa se queixar de desconforto na região da cirurgia nos primeiros dias, ele é transitório.

A mobilização cervical é liberada com moderação, sem necessidade do colar cervical. Os pontos são retirados após 10-14 dias quando se inicia a fisioterapia.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em coluna.

Back To Top
×Close search
Pesquisar