skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Cervicalgia – Dor Cervical

A coluna cervical apresenta como principais funções a proteção da medula espinhal, além da sustentação e movimentação do crânio. Sua anatomia é complexa, constituída sobretudo por vértebras, músculos, ligamentos, discos intervertebrais e estruturas neurológicas (medula espinhal e nervos).

Cervicalgia – Dor Cervical

Portanto, a dor cervical (cervicalgia) se refere aos quadros dolorosos originados nessas estruturas. Estima-se que cerca de 21% da população mundial apresente cervicalgia crônica. Certamente, o sedentarismo, o envelhecimento da população e os vícios posturais são os principais responsáveis pelo aumento dos casos.

Quando devo procurar um médico?

A maioria dos casos de dores cervicais é autolimitada e benigna, isto é, irá melhorar após uma ou duas semanas de evolução. Os espasmos musculares e as alterações degenerativas (desgaste) são os principais responsáveis por tais sintomas.

Entretanto, em uma pequena parcela dos casos, a dor cervical pode ocorrer em decorrência de doenças mais graves. Hérnia de disco cervical, fraturas, tumores, estenose cervical (compressão da medula espinhal), infecção e as doenças reumatológicas são os exemplos mais comuns.

Assim sendo, se a dor cervical for acompanhada de alguma das seguintes condições, faz-se necessária uma avaliação médica especializada:

  • Cervicalgia por mais de 4 semanas
  • Febre
  • Dor ou formigamento para os braços e mãos
  • Perda de força nos braços e pernas
  • Trauma cervical
  • Perda de peso não esperada

Como prevenir a cervicalgia?

A flexão cervical por longos períodos, como mostrado na imagem, é uma das principais responsáveis pela sobrecarga das estruturas cervicais. Infelizmente, esta postura é rotineiramente percebida durante o uso do celular e em profissionais que utilizam o computador como ferramenta de trabalho.

Como prevenir a cervicalgia?

De tal modo, é fundamental que se mantenha o correto alinhamento cervical sempre que possível, mesmo durante o sono. A melhora da postura no trabalho, ergonomia, se provou de extrema relevância nesse contexto.

Como prevenir a cervicalgia?

A atividade física regular e o alongamento também auxiliam na prevenção da cervicalgia por manterem a musculatura cervical bem condicionada e as articulações com amplo arco de movimento e bem lubrificadas.

Ainda vale lembrar que massagens, calor local e a redução do estresse evitam contraturas e espasmos musculares, podendo auxiliar nestes casos. A interrupção do tabagismo, que acelera a desidratação discal (discopatia) também deve ser encorajada.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em coluna.

Fonte:
Mayo Clinic (https://www.mayoclinic.org)
NHS – UK (www.england.nhs.uk)
Sociedade Brasileira de Coluna (http://portalsbc.org)

Este artigo tem 2 comentários

  1. Excelente artigo, bem redigido, esclarecedor. Eu estou com esse quadro de Cervicalgia, demorei meses para chegar a esse diagnóstico e parabenizo do Dr. Ricardo Teixeira pela generosidade em compartilhar o conteúdo na internet.
    Estou pensando em marcar a Teleconsulta com ele,
    Obrigada

    1. Olá, Dona Lucineia, ficamos muito feliz que a senhora tenha gostado do texto.
      Será um prazer poder atender a senhora.
      Um forte abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Pesquisar