skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Orientações e cuidados pós-operatórios de coluna

A cirurgia de coluna, como qualquer outra, gera ansiedade e dúvidas sobre os cuidados pós-operatórios. Desta forma, é fundamental que o paciente conheça bem as principais orientações e cuidados pós-operatórios de coluna. Inicialmente, é importante mencionar que os cuidados pós-operatórios de coluna devem ser individualizados, levando-se em consideração o diagnóstico, o procedimento realizado e a condição de saúde do paciente.

Desta maneira, apesar de existirem orientações pós-operatórias gerais, as melhores condutas e recomendações são aquelas debatidas com o especialista em coluna responsável pelo tratamento. As diretrizes presentes neste artigo se referem exclusivamente às condutas preconizadas pelo Dr. Ricardo Teixeira e equipe.

Cuidados pós-operatórios | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 1: A explicação dos cuidados pós-operatórios de coluna pelo médico é fundamental no sucesso do tratamento

Pós-operatório imediato

Após o término do procedimento, o paciente é assistido pela equipe médica e fica em observação na seção de “Recuperação Pós-Anestésica” até estar em segurança para ser transferido para o quarto. Os pacientes com idade avançada ou problemas de saúde de relevância, como diabetes ou alterações cardíacas, podem ser encaminhados à UTI para melhor monitoramento.

Posso andar após a cirurgia?

A regra é que o paciente seja liberado para deambular no primeiro dia pós-operatório de coluna com auxílio da equipe de fisioterapia e enfermagem. Os procedimentos minimamente invasivos da coluna, muitas vezes, permitem a deambulação e alta poucas horas após a cirurgia.

O processo cirúrgico e anestésico podem gerar eventualmente fraqueza e tontura transitória, motivo pelo qual é importante que o paciente esteja amparado quando andar e tomar banho nos primeiros dias após a cirurgia.

Cuidados pós-operatórios | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 2: Deambulação precoce é fundamental nos pós-operatórios de coluna

Quais são os sintomas pós-operatórios de coluna mais comuns? Como tratá-los?

As patologias da coluna, a anestesia e a própria cirurgia em si podem gerar sintomas pós-operatórios. É importante mencionar que, na maioria das vezes, são sintomas leves e controlados com as medicações e recomendações médicas. Além disso, é esperado que diminuam gradativamente conforme os dias forem passando.

Os principais sintomas pós-operatórios de coluna são:

  • Dor no local da cirurgia
  • Náuseas e vômitos
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Constipação
  • Retenção urinária

As principais medicações utilizadas são:

  • Analgésicos
  • Anti-inflamatórios
  • Relaxantes musculares
  • Antieméticos (medicações que combatem náuseas e vômitos)
  • Laxantes, quando necessário
  • Medicamentos contra dor neuropática, como a pregabalina ou a duloxetina

O paciente também recebe algumas doses de antibiótico para prevenção de infecção. Paciente com maior risco de trombose, receberão medicações anticoagulantes.

Precisarei usar sonda vesical?

As cirurgias de menor porte não necessitam do uso de sonda vesical. Para as cirurgias de maior porte, a sonda é necessária e retirada no primeiro dia pós-operatório. A retenção urinária pode ocorrer, situação em que é realizada sondagem vesical de alívio.

São utilizados drenos no pós-operatório de coluna?

As cirurgias de menor porte não necessitam de dreno, por outro lado, seu uso é indicado nas cirurgias de grande porte por 2 ou 3 dias, em média, ou caso haja baixa coleta de fluidos pelo dreno.

Quais são as principais recomendações nas primeiras duas semanas de pós-operatório de coluna?

O primeiro retorno é agendado entre 10 e 20 dias após a cirurgia. Até esta nova avaliação, o importante é que o paciente não se esforce de forma exagerada para que se complete o processo inicial de cicatrização. As recomendações pós-operatórias gerais são:

  • Evite esforços excessivos como longas caminhadas, corridas ou pegar peso
  • Evite manter-se sentado em 90 graus por longos períodos
  • Evite subir e descer escadas de forma excessiva. Utilize o corrimão ou apoio
  • Faça repousos periódicos em poltronas reclináveis ou na cama
  • Alimentação livre. Opte por alimentos leves e laxativos pois muitas medicações podem gerar constipaçãp
  • Mantenha a hidratação adequada pelo mesmo motivo
  • O paciente pode realizar o autocuidado (andar pela casa, usar o banheiro, trocar de roupa, alimentar-se, tomar banho etc)
  • Mantenha uma deambulação leve para estimular a circulação e evitar trombose.
  • Mobilize os membros inferiores e superiores, mesmo que deitado, pelo mesmo motivo.
  • Troque o curativo conforme orientação médica
  • As posições mais adequadas para dormir são de lado ou de costas (abdômen para cima). Evite dormir de bruços.
  • Relações sexuais podem ser retomadas após 3 semanas de forma gradativa.
  • Utilize cadeiras de banho na primeira semana de pós-operatório ou se persistir alguma limitação/insegurança por mais tempo.

Cirurgia lombar – Cuidados pós-opeatórios específicos
Evite fletir e girar o tronco, procure manter o tronco o mais alinhado possível

Cirurgia cervical – Cuidados pós-operatórios específicos
Evite fletir e girar a região cervical. Mantenha a coluna cervical o mais alinhada possível.

Quais são os cuidados pós-operatórios de coluna, com o curativo?

Os curativos devem ser trocados a cada dois dias ou em caso de saída de secreção. A limpeza do local deve ser realizada com sabonete neutro de forma delicada. Após, seque bem o local. Utilize curativos com película que são impermeáveis ou gaze + micropore.

Importante:
É normal que saia uma pequena quantidade de secreção avermelhada nos primeiros dias após a cirurgia. Caso esta secreção não diminua com o tempo, tenha características purulentas ou malcheirosas, o médico deverá ser informado.Em caso de abertura dos pontos e reação inflamatória, vermelhidão próxima à incisão, comunique seu médico.

 

Precisarei usar colete ou colar cervical no pós-operatório de coluna?

Com o avanço das técnicas e dos materiais cirúrgicos, a regra é o que paciente não necessite do uso de coletes ou colar cervical no pós-operatório. Em algumas situações de exceção eles podem ser indicados.

Quando são retirados os pontos após uma cirurgia de coluna?

Os pontos são retirados na consulta de retorno entre 10-20 dias após a cirurgia, com a confirmação de cicatrização adequada.

É necessária reabilitação nos pós-operatórios de coluna?

Sim. Após a primeira consulta de retorno e retirada dos pontos, é prescrito o início da reabilitação com fisioterapia. A partir de então, é liberado ao paciente o aumento de suas atividades diárias de forma gradativa.

O que é avaliado e qual a programação após o primeiro retorno entre 10-20 dias?

O primeiro retorno é agendado entre 10 e 20 dias de pós-operatório de coluna e o médico se certifica que o paciente esteja em melhora clínica e que a cicatrização esteja satisfatória. A partir de então ele programa:

  • Retirada dos pontos
  • Início de fisioterapia para reabilitação. São solicitadas entre 10 e 20 sessões para serem realizadas nos 45 dias subsequentes. A fisioterapia tem o objetivo de preparar o paciente para retornar às suas atividades diárias habituais entre 2 e 3 meses de pós-operatório.

Posso dirigir após uma cirurgia de coluna?

Em geral, a direção de automóveis é liberada após 14 dias de cirurgia.

Posso usar salto alto após uma cirurgia de coluna?

O uso do salto alto agrega maior risco de quedas e coloca tensão extra na coluna lombar. Seu uso pode ser reiniciado após 30 dias de cirurgia.

Posso realizar atividade física após uma cirurgia de coluna?

Após 14 dias de cirurgia, o paciente inicia exercícios supervisionados pelo fisioterapeuta que progride a intensidade e a dificuldade do treino de acordo com a evolução do paciente. É esperado que entre 2 e 3 meses o paciente esteja apto a retornar às suas atividades físicas habituais.

Cuidados pós-operatórios | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 3: Retorno às atividades físicas no pós-operatório de coluna

Quando é o retorno ao trabalho após uma cirurgia de coluna?

O momento do retorno ao trabalho deve ser individualizado pois é importante que se avalie o tipo de cirurgia, a condição de saúde do paciente e se o trabalho exige força física ou se é um serviço burocrático.

Em linhas gerais, para trabalhos que não exigem esforço físico, sugerimos 10-14 dias de afastamento. Já para os pacientes que necessitam de força física em seus afazeres, indicamos de 45 a 60 dias de afastamento.

Como é o retorno à vida habitual?

De forma resumida, após a cirurgia de coluna o paciente fica em observação até receber alta hospitalar. Após 10-14 dias, são retirados os pontos. A partir de então, inicia um programa de reabilitação e após 30/60 dias, em média, está apto a retornar a sua rotina habitual de trabalho e atividade física.

Esta programação pode ser mais rápida ou mais lenta a depender da cirurgia empregada, da condição clínica do paciente e do seu ritmo de recuperação.

Pode haver eventos inesperados durante os pós-operatórios de coluna?

Sim, eventos adversos são raros e podem ocorrer. Infecção pós-operatória, recidiva da dor e falha de cicatrização são alguns exemplos. Por este motivo, o acompanhamento de perto com seu médico é fundamental para uma recuperação satisfatória e com menos intercorrências.

Na presença dos seguintes sintomas, avise seu médico ou procure um pronto atendimento:

  • Febre
  • Dor que não passa (refratária)
  • Mudança do padrão da dor
  • Perda de sensibilidade ou motricidade em algum membro
  • Perda do controle urinário ou intestinal
  • Abertura de pontos
  • Sinais clínicos de trombose (membro inchado, avermelhado, doloroso e quente)
  • Saída de grande quantidade de secreção pelo curativo que não diminui com o tempo
  • Sinais infecciosos, como saída de pus pela ferida operatória, e febre
  • Dor persistente após queda ou esforço

Os cuidados pós-operatórios de coluna ideais devem ser individualizados e definidos após uma avaliação criteriosa pelo seu médico. As recomendações acima citadas foram desenvolvidas pela equipe do Dr Ricardo Teixeira e seu modo de atuação.

Fonte:
Sociedade Brasileira de Coluna (http://portalsbc.org)
AO SPINE (aospine.aofoundation.org)
Sociedade norte americana de cirurgia de coluna (https://www.spine.org/)

Este artigo tem 21 comentários

  1. Fiz uma cirurgia para reconstituição da quarta vertebra lombrar devido a um acidente. Isso tem 20 dias, foram colocados 3 parafusos (pinos), e, ainda dói muito. Gostaria de saber se posso tomar uma Diprospan para amenizar a dor, já que Tramal, Lisador, Voltarem , Bactrin, indicados pelo médico não surtem efeito.

    1. Olá, caso você não tenha contra-indicação ao uso de corticoide, pode ser sim, uma ótima opção.
      Confirme com seu médico.

  2. Olá, me chamo Edilene tenho 26 anos, tenho escoliose de 73 graus. Estou na fila de espera pra fazer uma cirurgia. Estava com bastante medo! E ainda estou mas depois que li tudo bem explicado. Confesso que me deixou bem mais tranquila!

  3. Estou com uma dúvida…
    Após minha cirurgia de artrodese lombar da L4 a S1 correu tudo bem, após uns dias surgiu dores fiz uma tomografia deu esse resultado… “Esclerose, erosões e irregularidades marginais das articulações sacroilíacas relacionada a fase crônica da sacroileíte”
    O que seria isso?
    É normal?
    No resultado do exame tem várias coisas mas isso me chamou mais atenção, isso deve ser a causa da dor?

    1. Olá, Rodrigo, a articulação sacroilíaca é articulação entre a bacia e a parte inferior da coluna, chamada de sacro.
      Pelo laudo, é importante afastar algum comprometimento reumatológico.
      Existe a sacroileíte degenerativa, por desgaste, e também a sacroileíte inflamatória, por alterações reumatológicas.
      É importante que um médico especialista em coluna ou reumatologista avalie seu caso.
      Atenciosamente, Dr Ricardo Teixeira

  4. Eu fiz uma cirurgia na coluna lombar hoje tem sete dias. Eu nao consigo levantar nem andar sozinha. Quando levanto com ajuda do meu marido. Eu fico muito tonta. Esses dias atras eu desmaiei chegando na cama. Ele me segurou pra nao cair. Queria saber se isso e normal.

    1. Olá, Nádia, estas reações não são esperadas habitualmente no pós-operatório.
      Converse com seu médico ou procure um pronto-atendimento.

      Atenciosamente, Dr Ricardo Teixeira
      Atendemos em São Paulo presencialmente ou por TELECONSULTA

      1. Olá Doutor!! Estou em processo preparatório para cirurgia de hérnia lombar, estava pesquisando sobre o assunto e encontrei seu artigo extremamente esclarecedor, fiquei bem mais tranquila! Obrigada!!

  5. Muito obrigado pelas dicas
    Fiz uma cirurgia de retirada de uma érnia de disco na lombar.
    Após retirar os pontos, notei um inchaço ao redor da cirurgia, como se tivesse água.

      1. Vou fazer a cirurgia para colicar prótese em três vértebras que estão encostando osso no osso, priduzindo dores insuportáveis.
        Suas dicas me foram muito elucidativas. Obrifado Dr.

  6. Realmente você está de parabéns, todas as questões pós operatório, muito bem explicado, algumas coisas pós operatório, aconteceu comigo, tipo início de trombose ( pé inchado), intestino e urinária, mais estava tomando medicação para prevenir, desta forma facilitar muito alguém que busca informações pós operatório.😀🙏

    1. Marcos, obrigado pelas palavras.
      Fizemos o site pensando em todos os pacientes do país!
      Esperamos que melhore o mais rápido possível.

      Att

    2. Tenho uma cirurgia de hérnia de disco na cervical que já passa de 8 anos. E agora vive inchada . Dificultando minha respiração. Porque isso está ocorrendo
      ?

      1. Michelle, como vai?
        Alguns materiais para a cirurgia cervical podem fazer saliência na região cervical perto das vias respiratórias, porém este sintoma deve ser investigado a fundo.
        É importante confirmar que os materiais da cirurgia ainda estejam no lugar e diagnosticar a causa da sua dificuldade respiratória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top
×Close search
Pesquisar