skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Lipossubstituição da coluna

A lipossubstituição da coluna se refere ao processo de substituição da musculatura que envolve a coluna por tecido gorduroso. No entanto, é importante entender a lipossubstituição como uma das partes de um complexo processo de degeneração da coluna lombar e não apenas como ganho de tecido gorduroso.

A degeneração (desgaste) da coluna portanto compreende a deterioração dos discos intervertebrais, vértebras e também da musculatura da coluna. A lipossubstituição é, portanto, um processo que acomete principalmente pacientes de idade avançada e que pode ser sintomático e limitante. O seu principal sintoma é a dor lombar. Leia mais.

Lipossubstituição da coluna | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 1: Musculatura paravertebral – visão posterior
Musculatura paravertebral – visão transversal | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 2: Musculatura paravertebral – visão transversal

O que é a lipossubstituição da coluna?

A musculatura da coluna pode se hipotrofiar (perder volume) com o passar do tempo e em razão de alguns motivos que serão debatidos adiante. A massa muscular é então substituída por tecido adiposo (gordura) em um processo chamado lipossubstituição.

A perda da massa muscular enfraquece a musculatura que sustenta nosso tronco podendo gerar principalmente dor lombar e sobrecarga de outras estruturas da coluna. No entanto, é importante mencionar que muitos pacientes com lipossubstituição da coluna são assintomáticos.

Assim sendo, o mais adequado frente o seu diagnóstico, é que o paciente seja avaliado por um especialista em coluna para se definir adequadamente o diagnóstico e a melhor conduta.

Quais as causas da lipossubstituição da coluna?

  • Processo de envelhecimento (mais comum)
  • Sedentarismo
  • Fatores genéticos
  • Postura inadequado por longos períodos
  • Distúrbios endocrinológicos
  • Dieta hipoproteica e hipercalórica

Quais são os seus sintomas?

Muitos pacientes com lipossubstituição da coluna são assintomáticos. Por outro lado, estudos mais recentes mostram que os pacientes apresentam maior porcentagem de dor lombar e retificação da coluna lombar.

Além disso, sabe-se que a musculatura da coluna mal condicionada e com lipossubstituição sobrecarrega os outros elementos da coluna e predispõe a outras patologias da coluna como:

Como é realizado o diagnóstico da lipossubstituição da coluna?

O diagnóstico é realizado através da tomografia ou da ressonância magnética de coluna. A região mais acometida é parte inferior da coluna lombar.

Lipossubstituição da coluna | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 3: Lipossubstituição da coluna – Imagem axial de ressonância magnética da coluna. A musculatura aparece em tom escuro, destacado na primeira foto. Observe como na segunda foto o volume da musculatura está menor (menos áreas com teor escuro).

Qual é o tratamento adequado?

O principal tratamento para os pacientes é o fortalecimento da coluna lombar. Esse fortalecimento pode ser obtido com:

  • Fisioterapia
  • Atividade física
  • Dieta adequada

Para os pacientes que apresentem dor lombar concomitante, é fundamental que a coluna seja reequilibrada. Para tanto, além do fortalecimento, estimula-se a melhora postural, perda de peso, ergonomia e evitar esforços excessivos e inadequados.

Como dito anteriormente, é fundamental entender a lipossubstituição como parte de um processo geral de degeneração (desgaste da coluna). Assim sendo, é importante que o paciente seja avaliado de uma forma completa para se realizar o diagnóstico preciso e iniciar o tratamento de forma individualizada.

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em coluna.

Fonte:
Revista Nature (https://www.nature.com/articles/s41598-021-97358-5)
Sociedade Brasileira de Coluna (http://portalsbc.org)
Sociedade norte americana de cirurgia de coluna (https://www.spine.org/)
Endocrinologista Dra Raiane Crespo (https://www.raianecrespo.com.br)

Este artigo tem 6 comentários

  1. Bom dia, tudo bem?
    Fui diagnosticada com atrofia e lipossubstituição simétrica da musculatura paravertebral. Passei por vários profissionais e, o último me disse que não tem cura. Estou com dor na região da escápula faz seis meses. Não dou sedentária, mas não consigo mais fazer exercícios como antes. Vou ter que conviver com essa dor?
    Obrigada!

    1. Olá, Verenice, é preciso entender o motivo da atrofia/lipssubstituição.

      Na maioria dos casos, atividade física, fisioterapia e melhoramento da dieta são suficientes para o tratamento.

      Se houver alguma outra explicação para este quadro, é necessária uma investigação aprofundada.

    1. Dona Margareth, a lipossubstituição é um problema na coluna de pessoas sedentárias. Nesta condição, o músculo da coluna é substituído por gordura, pois a pessoa não faz atividade física.
      A melhora para esse quadro é fisioterapia e atividade física direcionada para a coluna.
      Att

    1. Olá, Alexandre, você está com muitos sintomas?
      A estenose é quando os “nervos” que passam pelo canal da coluna estão apertados.
      Nesta condição, o canal vertebral fica mais estreito, diminuindo o espaço dos nervos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Pesquisar
plugins premium WordPress