skip to Main Content
11 3284-6672 contato@drricardoteixeira.com.br

Lombalgia

O que é a dor lombar ou lombalgia?

A lombalgia é o termo técnico para dor lombar. Desse modo, a lombalgia se refere aos quadros dolorosos da região abaixo da última costela e acima da bacia. Além disso, é uma das principais causas de atendimentos médicos e também umas principais causas de incapacitação laboral e para atividades do dia a dia.

É importante ressaltar que várias condições clínicas podem gerar a lombalgia. Isto é, a dor lombar é um sintoma que pode ser causado por diferentes problemas. Portanto, lesões musculares ou ligamentares da coluna, artrose das articulações da coluna, hérnias de disco, infecções ou mesmo tumores podem gerar a lombalgia. (Figura 1)

Lombalgia | Dr. Ricardo Teixeira

Como é o tratamento da dor lombar?

O tratamento inicial das dores lombares se baseia no repouso, anti-inflamatórios, relaxantes musculares e analgésicos. Em princípio, caso o paciente tenha sofrido uma lesão recente, podemos indicar gelo e nos casos mais crônicos, preferimos bolsas de água quente.

Estas medidas serão suficientes em cerca de 80% dos casos de dores lombares. Entretanto, caso a dor se mantenha, piore ou seja acompanhada de outros sintomas é importante que o paciente seja avaliado por um especialista em coluna.

Quando devo me preocupar com a dor lombar?

Apesar da maioria dos casos melhorarem com um tratamento básico, existem determinadas condições em que é importante uma avaliação médica. Assim, caso a dor lombar seja acompanhada de febre, perda de peso, dor com irradiação para a perna (ciática), alterações de sensibilidade ou mesmo quando não melhore, devemos investigar sua causa.

Como prevenir a dor lombar?

A melhor forma de evitar a dor lombar é manter a coluna bem equilibrada. Em princípio, a coluna lombar deve ser fortalecida com exercícios de fortalecimento da musculatura tronco, conhecida como musculatura do CORE. Os alongamentos realizados de forma rotineira previnem lesões musculares e ligamentares.

A postura adequada em todos os momentos (deitado, sentado e em pé) evita sobrecargas na coluna lombar e deve ser trabalhada diariamente. Também devemos evitar o sobrepeso e trabalharmos ou nos exercitarmos com pesos extremos.

Cifose Torácica | Dr. Ricardo Teixeira
Figura 3 – Correção cirúrgica da hipercifose

O tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em coluna.

Fonte:
Mayo Clinic (https://www.mayoclinic.org)
Sociedade Brasileira de Coluna (http://portalsbc.org)
AO SPINE (https://aospine.aofoundation.org)

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Pesquisar